Leão da Rodésia

Um companheiro amoroso e protetor. Ele vai sempre querer estar ao lado dos seus tutores e vai estar pronto para defendê-los caso precise.

 

Classificação Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC) Grupo 6 – Sabujos e Rastreadores

Informações Gerais

Protetor, observador e extremamente fiel. O Leão da Rodésia é um cão muito atencioso e vai acompanhar seus tutores nos momentos de relaxamento e de atividade física. Ele gosta de agradar, mas não espere que ele seja submisso.

 

É um cão muito perspicaz e adora passar horas observando e analisando o que se passa ao seu redor, mas a qualquer sinal de perigo ele irá se posicionar com prontidão para defender sua família. Apesar de estar sempre pronto para proteger, ele não dificilmente ataca, pois, seus ancestrais aprenderam a acuar a presa, sem precisar feri-la.

Origem e história da Raça

País: África do Sul

 

Os colonizadores europeus chegaram à África do Sul, trazendo vários cães de raça, como o Mastiff, Bloodhound, Greyhound, entre outros. Esses colonos precisavam de um cão que pudesse resistir às temperaturas mais diversas e que conseguissem viver com uma quantidade limitada de água, além de desempenhar funções de cão de guarda e caça.

 

Logo começaram a haver cruzamentos de cães de caça tribais nativos com os cães trazidos por esses colonos e assim surgiu o Leão da Rodésia.

 

Ele ganhou esse nome, pois vários exemplares desse cão foram levados para a Rodésia para caçar leões, sua função era perseguir sua presa até que fosse possível derrubá-la. Após ser muito bem-sucedido na função de caçador, ele acabou se tornando popular entre as pessoas que não tinham interesse na caça.

 

Em 1930 a raça foi introduzida na Inglaterra e logo depois nos Estados Unidos, onde rapidamente foi reconhecido como uma raça admirada e elegível para competir em provas de campo.

Temperamento

Apesar da sua aparência imponente e seu instinto forte de caçador, ele não um cão agressivo. Pelo contrário, como cão de companhia é bastante calmo, obediente e é extremamente devotado aos seus tutores. Ele se dá bem com todo mundo da família, inclusive é muito paciente com crianças.

Curiosidades

▪ Um dos primeiros registros desse cão, aparece no livro “Missionary Travels and Researches in South Africa”, que foi publicado em 1857.

Cuidados e Bem Estar

O Leão da Rodésia é um cão muito ativo e precisa ser estimulado mentalmente e fisicamente. É um ótimo corredor e vai adorar fazer caminhadas ao lado dos seus tutores.

 

A pelagem não precisa de muitos cuidados, apenas escovações semanais vão ser o suficiente para mantê-lo com uma boa aparência, além disso o banho é quase desnecessário, apenas quando ele estiver com uma aparência muito suja ou com mal cheiro. As unhas devem ser aparadas duas vezes ao mês, os dentes precisam de manutenção três vezes na semana e as orelhas devem ser limpas semanalmente. Aproveite esses momentos de higienização para examinar seu cão em busca de sinais de vermelhidão, odor muito forte, erupções cutâneas. Sua observação pode ajudar a prevenir que ele venha a desenvolver qualquer doença mais séria.

 

Predisposição a doenças: Sinusite, displasia de quadril e cotovelos, cataratas, atrofia progressiva da retina e dermoide sinus.

Aparência física

Sua principal caraterística e marca inconfundível é uma espécie de crista no dorso, com pelos eriçados em sentido contrário à pelagem normal, formando um tipo de moicano.

Padrão de Pelagem

Seu pelo é curto, liso e brilhante. Geralmente tem a coloração trigo ou alguns tons avermelhados com trechos brancos no peito e nas patas. É extremamente raro encontrar um Leão da Rodésia preto.

Cuidados com os filhotes

É importante socializar seu cão desde cedo para que ele cresça de forma saudável e se torne um adulto equilibrado. Ele precisa ter contato com o mundo externo, se acostumando com barulhos e lugares diferentes. Também já acostume o filhote com os hábitos de limpeza, para que no futuro ele não seja um momento estressante no futuro.

Valor de comercialização

R$ 1.200 a R$ 4.000

Perguntas Frequentes

O Leão da Rodésia solta muito pelo?

Solta uma quantidade muito pequena de pelos.

 

O Leão da Rodésia é recomendado para crianças?

É um cão extremamente paciente com crianças, mas devido o seu porte é preciso ficar atento, principalmente se as crianças forem muito pequenas.

 

O Leão da Rodésia late muito?

Não tem o hábito de latir, apenas quando acha que deve alertar seus tutores.

 

O Leão da Rodésia pode viver em apartamentos ou espaços pequenos?

Apesar do seu tamanho, ele é muito fácil de ser criado e é limpo e obediente, se adapta muito bem em espaços pequenos. Só não se esqueça que ele precisa de momentos de atividade física.

 

O Leão da Rodésia pode ficar sozinho em casa?

Ele não tolera ficar sozinho, se ficar entediado vai tentar escapar ou desenvolver um comportamento destrutivo.

Ração DogBox

Expectativa de Vida

MÍNIMA

JavaScript chart by amCharts 3.21.13JS chart by amCharts
10 anos

MÁXIMA

JavaScript chart by amCharts 3.21.13JS chart by amCharts
12 anos

Altura


MÍNIMA

JavaScript chart by amCharts 3.21.13JS chart by amCharts
63 cm

MÁXIMA

JavaScript chart by amCharts 3.21.13JS chart by amCharts
69 cm

Peso


MÍNIMO

JavaScript chart by amCharts 3.21.13JS chart by amCharts
36 kg

MÁXIMO

JavaScript chart by amCharts 3.21.13JS chart by amCharts
41 kg

Características

Adaptabilidade
Nível de Afeição
Bom para apartamento
Tendência de latir
Amigável com gatos
Amigável com crianças
Amigável com cães
Necessidade de exercícios
Espaço necessário
Tosa
Problemas de saúde
Inteligência
Gosto por brincadeiras
Queda de pelo
Necessidade social
Amigável com estranhos
Territorialista
Facilidade de treinamento
Cão de guarda
Tolerância ao frio
Tolerância ao calor